POR DENTRO DA CAMPANHA #MINHAMÃEBRILHA

Para celebrar o Dia das Mães, a Avon criou a campanha #minhamãebrilha que homenageia o brilho especial de todas as mães. Esta data inspirou a gravação de dois vídeos dirigidos por mulheres. Confira aqui o vídeo do comercial digital sobre a maternidade e a gravação da campanha de Avon Luminata que celebra a luz passada de geração para geração.
Confira a celebração de Dia das Mães Avon às diferentes formas de ser mãe.
Assista ao vídeo!

ORIGEM DA IDEIA

Aqui a mãe é protagonista.  A maternidade, porém, não define a mulher que ela é: ser mãe é mais uma de suas facetas, um dos reflexos de seu brilho como mulher. O vídeo evoca e celebra a mulher que existe em cada mãe, retratando diferentes histórias de maternidade através do parto, da adoção e da união entre presente e futuro. A inspiração para esse vídeo foi o livro “Para Educar Crianças Feministas”, da escritora nigeriana Chimamanda Ngozi Adichie.

mulher e mãe
Quando a maternidade é um voo solo
Quando a maternidade é um voo solo

A expressão “mãe solteira”, que é visto pelo senso comum de maneira negativa, caracteriza mulheres que cuidam dos filhos sozinhas ou predominantemente sozinhas. Porém, maternidade não é um estado civil, e é por isso que o termo “mãe solo” vem ganhando espaço.

O termo “mãe solo” diz respeito a mulheres que são as principais responsáveis pela criança, seja no aspecto financeiro ou em termos de disponibilidade de tempo. Não tem nada a ver com ser casada, solteira ou divorciada. 

Bons exemplos de conteúdo sobre “mãe solo” são o canal do Youtube “Hel Mother”, da jornalista Helen Ramos, e a página do Facebook “Mãe Solo”, comandada pela designer Thaiz Leão. As duas questionam a romantização da maternidade de modo acessível e com muito bom humor, uma através de vídeos e a outra com tirinhas.

mulher e mãe
Amor além do DNA

Nem sempre é possível cuidar dos filhos gerados ou gerar filhos. A maneira encontrada para balancear essa equação social é a adoção, que ainda enfrenta muitos percalços no contexto brasileiro. Além dos entraves burocráticos e das incompatibilidades, há o estigma da adoção, já que muitas pessoas acham que a adaptação pode ser muito difícil, que ser mãe adotiva não é ser mãe “de verdade” ou que é uma “loteria arriscada”. 

Segundo Malu Abib, empresária de 43 anos e influenciadora da campanha de Dia das Mães da Avon, havendo vontade e disposição de adotar, tudo se resolve: “Fui conhecer minhas filhas com o seguinte pensamento: ‘se eu conseguir bater o olho nas três e amá-las do jeitinho que são, serão minhas’. E a química foi perfeita!"  

Em média, três crianças no Brasil são adotadas por dia, apesar dos obstáculos. Se o amor é construído diariamente, através de olhares, carinhos e trocas, o amor por um filho adotado não é diferente.

mulher e mãe
patrícia toledo

Aos 33 anos, Patricia é mãe em tempo integral, mas nunca havia sonhado em ter filhos. Irmã mais velha de seis irmãos, tomou conta de crianças durante toda a vida e, por isso, não queria ter a responsabilidade da maternidade. A vida, no entanto, levou-a para outros caminhos.

Apesar de ter mudado seus planos de não ser mãe, Patricia acredita no poder de escolha da mulher sobre todas as outras coisas. Hoje, após três gravidezes inesperadas, ela abraçou o desafio e se tornou mãe em sua plenitude.

“Sendo mulher, temos que ter o direito de escolher se queremos ser mãe ou não. Independentemente da escolha, o respeito é o mínimo que merecemos. Mas se você optou por ser mãe, não fique presa a esse papel, o mundo não começa nem acaba ali, não é o único nem vai ser o último papel que você vai exercer."

mulher e mãe
patrícia toledo

Aos 33 anos, Patricia é mãe em tempo integral, mas nunca havia sonhado em ter filhos. Irmã mais velha de seis irmãos, tomou conta de crianças durante toda a vida e, por isso, não queria ter a responsabilidade da maternidade. A vida, no entanto, levou-a para outros caminhos.

Apesar de ter mudado seus planos de não ser mãe, Patricia acredita no poder de escolha da mulher sobre todas as outras coisas. Hoje, após três gravidezes inesperadas, ela abraçou o desafio e se tornou mãe em sua plenitude.

“Sendo mulher, temos que ter o direito de escolher se queremos ser mãe ou não. Independentemente da escolha, o respeito é o mínimo que merecemos. Mas se você optou por ser mãe, não fique presa a esse papel, o mundo não começa nem acaba ali, não é o único nem vai ser o último papel que você vai exercer."

mulher e mãe
patrícia toledo

Aos 33 anos, Patricia é mãe em tempo integral, mas nunca havia sonhado em ter filhos. Irmã mais velha de seis irmãos, tomou conta de crianças durante toda a vida e, por isso, não queria ter a responsabilidade da maternidade. A vida, no entanto, levou-a para outros caminhos.

Apesar de ter mudado seus planos de não ser mãe, Patricia acredita no poder de escolha da mulher sobre todas as outras coisas. Hoje, após três gravidezes inesperadas, ela abraçou o desafio e se tornou mãe em sua plenitude.

“Sendo mulher, temos que ter o direito de escolher se queremos ser mãe ou não. Independentemente da escolha, o respeito é o mínimo que merecemos. Mas se você optou por ser mãe, não fique presa a esse papel, o mundo não começa nem acaba ali, não é o único nem vai ser o último papel que você vai exercer."

A homenagem
Neste Dia das Mães, a Avon faz uma homenagem à luz compartilhada entre as mães e seus filhos.
Assista ao vídeo!

o conceito

Um clipe emocional, com uma trilha sonora forte e conhecida, sintetiza a forma como uma mãe consegue inspirar seus filhos. Em uma das cenas, vemos uma mãe à vontade com atividades que a deixam feliz. Em seguida, vemos a filha fazendo algo inspirada pela mãe, mas do seu próprio jeito. Em todas as cenas, elas estão conectadas por um gesto que ambas fazem naturalmente. E sempre que vemos uma mãe, ela está iluminada por uma luz bela e especial.

MÃes que brilham

Quando uma mulher engravida, células se dividem no útero, se agrupam em uma pequena esfera e formam o embrião, que tem a medida de um grão de areia. Assim faz-se a luz! Tudo muda no corpo da mulher para abrigar um pequeno ser, não há uma célula no organismo feminino que permaneça igual ao que era antes da gravidez.

somos um reflexo delas

É dela que o bebê recebe o sangue e o alimento, além do abrigo e dos primeiros estímulos, sentimentos e humores. Depois vem o leite, o colo em noites não dormidas, o carinho, a criação. Muito do que somos não só depende das nossas mães, mas é um reflexo direto delas. Mesmo sem perceber, repetimos olhares, pequenos gestos, maneiras de se movimentar e, às vezes, até mesmo comportamentos de nossas mães. O brilho interno é um tipo de herança.

SUA MÃE TE INSPIRA

Através de Luminata, a Avon mostra o que realmente está por trás dessa luz que é passada de geração para geração. Uma mãe é capaz de inspirar filhos e filhas simplesmente sendo mãe e Avon Luminata é uma celebração dessas mulheres!

AS DIRETORAS
conheça o coletivo we are magnolias

Com um olhar feminino, sensorial e cinematográfico, o We Are Magnolias assina o primeiro vídeo da campanha que mostra os pequenos gestos que manifestam a ligação e o amor entre mãe e filho.

Confira a equipe

Com 28 anos, Nate é uma das diretoras do coletivo We Are Magnolias. Nascida e criada em Belo Horizonte, formou-se em Publicidade pela PUC-RS e logo foi fisgada pelas aulas de cinema e publicidade, história da arte e produção audiovisual. 

“Poesia estética, personagens peculiares, sensações arrebatadoras dos retratos da vida são momentos e sentimentos que eu levo para me inspirar na vida. Isso reflete nas minhas atitudes, nos filmes e na minha própria perspectiva de me relacionar com o mundo.”

Porto-alegrense de 26 anos, é uma das diretoras do coletivo We are Magnolias. Formada em Publicidade na ESPM, no meio do curso já sabia que queria se especializar em cinema, o que a levou a um curso de direção na NYFA, em Nova York. 

“O olhar feminino diz muito sobre nossas vivências e experiências: faz a gente se expressar dessa maneira e ter esse olhar peculiar refletido por nossa feminilidade. Os nossos valores refletem tudo o que acreditamos, como empoderamento feminino!”

Gaúcha de 28 anos, é produtora do coletivo We are Magnolias. Formada em Design de Moda pela Universidade Feevale, de Novo Hamburgo, sonhava em trabalhar com figurino até se apaixonar por produção.

“Lembro até hoje da primeira vez em que pisei em um set de filmagem, foi melhor do que qualquer outra sensação. As luzes, os equipamentos, as maquinarias, os camarins… Tudo me fez perceber que ali era o meu lugar, onde eu pertencia.”

OS BASTIDORES DA CAMPANHA
Veja mais
MULHERES NO AUDIOVISUAL

Dentro das suas ações em projetos que potencializam o empoderamento feminino, a Avon lançou a plataforma de apoio às mulheres do audiovisual, que vai investir em produções dirigidas ou roteirizadas por mulheres.

CONHEÇA AVON LUMINATA

Uma fragrância que irradia notas frutais, madeira e Peônia Crystal, componente único que traduz a pureza e a luz do cristal.

Você e sua mãe compartilham o mesmo brilho e Avon Luminata  é a manifestação física desse brilho interno.